sem comentários

A erradicação da pobreza e a economia verde, um modelo econômico menos excludente e menos agressivo ao meio ambiente também foram tema de debates no ciclo de palestras “O Futuro Sustentável”, promovido pela Coppe na Rio+20. Acompanhe algumas das declarações de pesquisadores e convidados, que transmitimos durante os eventos pelo twitter @CoppeUFRJ:

“No mundo há 1,5 bilhão de pessoas sem acesso à energia”.
Washington Novaes – Jornalista

“A degradação da natureza é um fenômeno social na sua essência”.
Ana Fani Alessandri Carlo – Professora do departamento de Geografia da USP

“Inovação, reciclagem e qualificação da população é o caminho que o Brasil deveria adotar”.

“O combate à pobreza deve ser feito além das políticas sociais com políticas estruturantes”.
Gonçalo Guimarães – Coordenador da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Coppe/ UFRJ

“Metade da população indígena está abaixo da linha da pobreza”.
André Spitz – Presidente da Rede Nacional de Mobilização Social Brasil (Coep)

“As obras para acabar com as enchentes devem ser feitas em conjunto pelos governos.”
Paulo Canedo Coordenador do Laboratório de Hidrologia do Programa de Engenharia Civil da Coppe/UFRJ

“Construir política ambiental com ciência, com bases sérias, com avaliação econômica e social, essa é a orientação”.

“Há 20 anos, ninguém falava em desenvolvimento sustentável, só os cientistas. 20 anos depois, a situação mudou totalmente”.
Izabella Teixeira – Ministra do Meio Ambiente

“A atitude de cada indivíduo é que define o nosso futuro”.

“Reciclagem não é coisa de gente pobre! É ação de gente inteligente”.
Tião Santos – Presidente da Associação de Catadores de Material Reciclável de Jardim Gramacho

“Estamos num ponto chave da historia da coabitação entre homem e Terra. Se falharmos, a aventura humana chegará ao fim”.

“O objetivo do desenvolvimento é e sempre será social”.

“Todo problema ambiental é também um problema social”.

Ignacy Sachs – Professor da École dês Hautes Études en Sciences Sociales da França

“Estamos longe de atingir o crescimento econômico sem reduzir a pobreza e impactar o ambiente”.
Aquilino Senra – Vice-diretor da Coppe/UFRJ

“O Brasil tem a oportunidade de escolher um modelo de desenvolvimento que não seja predatório”.
Antônio Levi – Reitor da UFRJ

“As pessoas mais pobres estão mais expostas às mudanças climáticas”.
Luiz Pinguelli – Diretor da Coppe/UFRJ

“Ao debater o meio ambiente, o que está em jogo para os trabalhadores é o modelo de desenvolvimento que queremos”.
Rafael Freire – Confederação Sindical das Américas (CSA)

“A transição para uma economia de baixo carbono geraria mais empregos”.
Paulo Maçouçah – Organização Internacional do Trabalho (OIT)

“No Brasil, o entorno de hidroelétricas se destaca por maior IDH da sua população e maior proteção ambiental do que suas regiões”.
Philipp Hauser – Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios estão marcados com *.

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>