COPPE
PROGRAMAÇÃO:
13 a 24
JUNHO
CIDADE
UNIVERSITÁRIA
PARQUE
DOS ATLETAS
PROGRAMAÇÃO PROGRAMAÇÃO COMO CHEGAR COMO CHEGAR MAPA MAPA
NAS REDES:
Como chegar: Cidade Universitária
Como chegar: Parque dos Atletas
PROJETOS E PESQUISAS
Clima, Energia, Oceanos Geração térmica
Pesquisa busca aumentar eficiência de captura de carbono em termelétricas

Pesquisadores no mundo inteiro buscam maneiras tecnicamente eficientes de capturar e armazenar o carbono resultante da queima de combustíveis fósseis, sem inviabilizar economicamente a produção de energia. No Programa de Planejamento Energético da Coppe, uma linha de pesquisa se debruça especialmente sobre as usinas termelétricas. Cinco alunos de mestrado e doutorado, coordenados pelo professor Alexandre Szklo, direcionam suas dissertações e teses à avaliação das tecnologias e processos existentes e à identificação das condições ideais de captura de carbono.

Entre os projetos que estão sendo desenvolvidos em parceria com governos e empresas, Szklo destaca o que define rotas de captura de carbono em térmicas a carvão já instaladas no Brasil. Nesse trabalho, realizado em parceria com a MPX Energia, foram feitas simulações e gerados modelos virtuais a partir de diferentes sistemas térmicos com variadas capacidades de captura de carbono.  Foi analisado o limite termoquímico das diversas rotas de captura, para verificar  os rendimentos possíveis em cada uma das situações e o mínimo trabalho necessário para atingir o objetivo.

O resultado foi o desenho de um modelo ideal, considerando a exigência de eficiência na produção da energia e os impactos sobre o meio ambiente. O modelo permite a comparação dos sistemas atualmente disponíveis e também a previsão sobre os rumos do setor de energia térmica. “Não havia esse nível de sofisticação na análise dos sistemas de captura de carbono utilizados em térmicas, principalmente no que se refere à curva de aprendizado tecnológico”, ressalta Szklo.

Ao fim, o estudo se concentrou na rota considerada mais apta às térmicas instaladas ou em fase avançada de instalação pela MPX e realizou simulações virtuais da rota de pós-combustão para uma unidade específica da empresa. Isso ajudou a empresa a eleger a melhor alternativa e estabelecer uma referência para seus novos investimentos. O próximo passo, ainda em negociação com a MPX, será a montagem de uma planta de teste de tecnologias pela Coppe.

Outro trabalho dimensionou todo o ciclo de vida do carbono e seus efeitos em toda cadeia, desde a etapa de mineração do carvão até a geração da energia. Esse estudo, como em todos os outros realizados na Coppe, evidencia a necessidade de encontrar métodos eficientes de captura de carbono na geração térmica que não inviabilizem economicamente a produção da energia.

+ Imagens + Imagens